domingo, 9 de julho de 2017

Porque estou assim?

Triste, angustiado, ansioso, agitado, revoltado, acomodado, impaciente, sem confiança, enfim é mais do mesmo, os meus sentimentos de sempre...já me começo a repetir muito. Chega de lamurias, devia conseguir lutar para mudar de personalidade e viver a vida, tenho tanto medo de defrontar os inimigos criados na minha mente! Difícil para mim combater este "estado de letargia" em que me encontro, farto da minha vida rotineira, aborrecida(criar situações imaginárias para não me saturar comigo mesmo), de estar deprimido sem razão... saudades de sentir felicidade. Dou prioridade a coisas que não interessam, mas porque tenho tanto medo de as abandonar? Gosto delas, mas sei que não estou a fazer o mais correto, não me comporto como uma pessoa adulta. Se me sinto assim preciso de uma mudança, mas uma parte de mim não a quer fazer ... não faz qualquer sentido, estou tão baralhado! No outro dia vi uma foto numa zona de guerra em que pessoas podiam ser atingidas por uma bomba a qualquer momento, como se sentirão essas pessoas? Ou aquelas que perderam os seus familiares no fogo de Pedrogão, tento pensar em situações desse género, para pensar que não tenho razão para estar deprimido, mas em vão. Estou supostamente tranquilo, a escrever no quintal num domingo à tarde, sozinho, devia sair, ninguém me impede, procurar relações com outras pessoas. É especialmente difícil no Verão, férias, festas populares, festivais de verão, ou outros convívios que nesta altura são mais frequentes, querer ir a algum lado mas o íman imaginário de minha casa é mais forte. Hoje estou a ler revistas sobre testes a alguns artigos que podia adquirir, incrível como nada se adequa à vida que levo.
As criticas são fortes mas justificadas, na sexta no final do dia lá tinha que me ligar para me chatear a cabeça e assim ir de fim-de-semana mais deprimido. Ele não deve imaginar o forte  impacto que tem sobre mim, deve pensar que não ligo nenhuma, está tão enganado, a minha atitude passiva deve iludi-lo. Às vezes penso o que estou a fazer, serei útil, a minha contribuição é zero? Vejo maldade em tudo, sinceramente não percebi a gravidade do mail que reencaminhei, porque as pessoas não podem ser mais sinceras e honestas? Estou tão farto de algumas situações!
Ultimamente ando a ver muitos vídeos de youtubers, invejo a maneira como muitos se expõem, como falam, gostava de viver na primeira pessoa algumas daquelas brincadeiras dos vídeos que fazem.

3 comentários:

  1. Olá, Carlos, como está?
    Não sei como cheguei até aqui, sinceramente, só sei que me identifiquei com algumas coisas que você escreveu. É bom ver que nem tudo acontece somente comigo ou que apenas eu me sinto de tal maneira. E sinto que não deveria te escrever isto aqui, pois não sei como você lida com este blog, isto é, se você gosta de apenas expor tuas palavras ou se gosta que comentem sobre elas também... Caso minha presença te incomode, peço desculpas, e prometo não me manifestar mais.

    Fique bem!

    ResponderEliminar
  2. Olá Karen,

    Podes ler as minhas baboseiras e manifestar quando quiseres!

    Fica bem!

    ResponderEliminar